Instagram

25 janeiro 2015

Os piores conselhos que a minha mãe já me deu

Ficou grande demais o título desta postagem, eu sei, mas não tinha como abreviar, porque é isso mesmo, os piores conselhos que a minha mãe já me deu. Não são tão escabrosos assim, mas digamos que algumas vezes não seriam os mais adequados para o momento ou eram práticos demais, bem do jeito da minha mãe. Não foram conselhos de fazer nada ilegal ou nem antiético, mas talvez não fossem os mais adequados para o momento ou o que alguma mãe mais normalzinha diria.
Vamos lá:

- Se apanhar, bate de volta!
Esse conselho é horrível, mas usado aqui em casa desde que eu comecei a freqüentar a escola.
Não é a maneira mais adequada de resolver os problemas e conflitos na escola, e que se a coordenadora da escola ouvisse minha mãe dizendo isso ela também levaria um “puxão” de orelha, e com razão.
É um conselho para, tipo não apanhe quieta e não seja boba. Minha mãe não estimula a bater primeiro para resolver um conflito, mas se já ta apanhando, revida. “Só chorar não resolve”, como diz ela.

- Não chora por ele, quando estiver com vinte anos nem vai mais lembra quem era ele.
Esse conselho não é nada romântico, nem talvez seja o que você espera ouvir quando um garoto te decepciona, mas tenho que assumir que é extremamente verdadeiro. Mas, infelizmente, nunca adiantou.  Sempre acabava chorando mais, pois não conseguia colocar o conselho em prática.
“Primeiro, se o garoto esta te fazendo chorar, ele não merece nem uma lágrima sua. É melhor esquecê-lo. E tocar pra frente, outro melhor sempre vai aparecer, e fazer você nem se lembrar deste. "

-Se ela pegar na tua bunda ou nos teus peitos, bate nela e corre para a coordenação.
Bom, ano passado eu tinha uma colega, que mesmo com doze anos se intitulava lésbica. E antes de tudo, só para esclarecer, não tenho nada, absolutamente nada contra a homossexualidade, só que o problema era que a guria estava com obsessão de ficar apertando a bunda e os peitos das outras gurias da nossa turma, tipo pegando mesmo, enchendo a mão como dizem, era no recreio, na educação física, no corredor, e isso incomodava algumas meninas, inclusive eu.  Eu acabei contando para a minha mãe e ela me deu o conselho acima, “Se ela pegar na tua bunda ou no teu seio, dá um tapa, ou empurra, ou grita  e corre para a coordenação. Ah, o conselho é válido também para os meninos abusadinhos, e baseado na premissa que ninguém pode encostar no meu corpo sem o meu consentimento ou me causar constrangimento”

- Mente pro professor que é número dois. E se precisar faz cara de dor de barriga.
Esse conselho é horrível, mentir sempre é feio, mas extremamente útil para evitar roupas manchadas de menstruação (rsrs)

 Alguns professores na minha escola são super-rígidos e não deixam ir ao banheiro durante as aulas, apenas no segundo período ou olhe lá. E  nós que somos mulheres sabemos o quando é complicado evitar ir ao banheiro trocar o absorvente principalmente nos primeiros dias.
Acontece que esse conselho partiu da minha vergonha em dizer diante da negativa do professor em ir ao banheiro que minha necessidade era porque estava menstruada ou discretamente mostrar a pequena necessaire dos absorventes.

E pra vocês verem o tamanho da minha vergonha, algumas vezes eu voltava pra casa com as calças daquele jeito, então a solução que a minha mãe aconselhou foi dizer pro professor que é número dois, e fazer cara de dor de barriga.  Funcionava algumas vezes, mas os professores começaram a desconfiar e acabavam não deixando. Acho que não sou uma boa atriz (hehe)

- Fotografa que é prova. Salva que é prova.
Esse conselho é porque eu cai da escada do colégio e acabei torcendo o meu pé, e daí acabei precisando usar a cadeira de rodas  da escola.  Mas a cadeira de rodas estava com o pneu furado e toda torta, horrível.  Então, usei esse conselho da minha mãe,fiz praticamente um book de fotos da cadeira de rodas, em todos os ângulos. As fotos não precisaram ser usadas, pois meus pais resolveram com a escola amigavelmente, que frente a uma reclamação providenciou a reposição no mesmo dia, porém nunca sabemos quando uma foto ou email pode se livrar de uma grande dor de cabeças. Quem não tem provas, não prova.

O conselho é horrível porque ensina a viver a desconfiança, a desconfiar antes de confiar, ensina a ter o pé atrás, cria uma atmosfera de possibilidades. Mas é a realidade do mundo atual e um conselho muito útil e que pode garantir uma boa economia.

- Manda essa tua amiga ler noticias do Ebola.
 O conselho é horrível porque fere um pouco o conceito de amizade, mas muitas vezes fazem as pessoas andarem pra frente em vez de reclamar.

Foi algo do tipo,  “Mãe, a fulana não para de reclamar da vida, esta dizendo que a vida dela é uma merda e que esta depressiva.”

Não me refiro aqui a quando um amigo realmente esta com um problema e faz queixas reais, mas me refiro sim àquelas queixas superficiais que exalam excessiva pena de si mesmo. A vida dela era muito boa, qualquer um podia ver, ela tinha tudo o que desejava  e a família dela dava todo o carinho e apoio que ela precisasse.  Só que mesmo assim ela reclamava todo santo dia, ficava de mi mi mi (chamo de mi mi mi aquelas crises de auto piedade  do tipo minha vida é horrível, eu sou feia/gorda/meu cabelo é horrível, ninguém me ama, não faço nada certo), muitas vezes reclamava de barriga cheia, não tinha problemas reais, tinha casa, comida, saúde, família, era bonita, e se olhar não tava faltando nada, além de uma participação mais positiva dela na sua própria vida.

E a resposta  da minha mãe foi, “Manda para ela fotos da Etiopia, noticias do Ebola ou da Faixa de Gaza ou qualquer outra coisa impactante e mostra o que é problema mesmo”.

Obviamente, que eu não mandei as fotos, mas fez-me abrir os olhos e ver que ela estava reclamando a toa. E acabei mandando uma mensagem enorme para ela sobre o que eu achava disso tudo, não havia nada ofensivo, só falava que não era legal ela ficar reclamando da vida dela, pois existem pessoas que estão no hospital, não tem família ou coisa do tipo e era ignorância dela reclamar da vida que tinha.

Bom, a guria acabou interpretando de uma maneira bem diferente o que eu quis dizer e no outro dia nem olhou na minha cara. Talvez seja o papel de uma amiga ficar ouvir os mi mi mi da outra, porque todos têm crises de mi mi mi, mas aquilo era todos os dias e a gente foi amigas por bastante tempo, e tanto a minha mãe quanto eu,  não temos muita paciência para isso, gente que reclama de barriga bem cheia.

Comente com o Facebook:

43 comentários:

  1. É, alguns desses aí eu nunca ví, mas gostei muito. Especialmente do ultimo 'Ebola' kkkkk hahahahaa. Beijoooos

    http://gaiolasdeinverno.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oh, os conselhos da sua mãe não são diferentes dos da minha. Mães são sempre iguais, não é? Creio que o pior foi o primeiro, pois nunca resolvemos nada com mais violência. Mas o quinto até que é útil para algumas situações, parando para pensar.

    m-yung.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkk "Manda ela ir ler noticias do Ebola" kkkkk Nunca tive problemas pra ir ao banheiro naqueles dias, que bom ne? kkkk
    Beijo!
    girlstyle11.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom! Os meus professores são uns chatos, até mesmo as professoras não deixam ir no banheiro.
      Beijos, Isa!

      Excluir
  4. Algumas coisas eu nunca ouvi , kk .
    Mas as mães sempre falam umas coisas meio doidinhas !

    Beijoos .
    http://simplesepfta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. kkkkk nossa... Quase como a minha mãe.. www.andressaagnel.com

    ResponderExcluir
  6. mds sua mãe deve ser ilaria kkkkkkkkkk a segunda a minha mãe já disse pra mim kkk
    Dei muita risada com esse post.
    http://teoremademari.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! A segunda acho que toda mãe já falou!
      Beijos

      Excluir
  7. Conselhos são com as mães mesmo, hahahaha. Sobre garotos, minha mãe tem o mesmo conselho, mas o pior conselho dela é sobre o tempo: tudo passa, com o tempo passa, o tempo resolve tudo. E eu já sei bem que as coisas não são assim, o tempo não resolve nada, nós resolvemos.
    Enfim, adorei o post, achei super criativo <3
    Beijos,
    cabanadosanjos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minhas vó já me falo isso rsrsrs Que bom que gostou! Beijos

      Excluir
  8. ahhahaahahahahaaha mortaaaaaaaaaaaaaaaaa ! Acho que todas as gurias se identificaram com esse post !! Adorei

    http://1001julietas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. A minha mãe tbm fala " se apanhar bate nela " kkkkk' mas se eu bater tenho certeza que ela me xingaria e-e . Coisa de mãe .
    www.ourblackpen.blogspot.com . Clique aqui e vote em mim por favor é rapidinho .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha acho que a minha ficaria brava também! Beijos

      Excluir
  10. Cara sua mãe deve ser uma piada haha
    Ri muito com a do ebola kkkk

    Beijão!!
    http://mash-upp.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha ela fala cada coisa as vezes
      Beijos, Luana!

      Excluir
  11. Minha mãe também ja me deu conselhos péssimos,que acho que superam os seus haha
    Manda sua amiga ler noticias do Ebola foi a mais haha
    Beijos
    www.crazyduque.com

    ResponderExcluir
  12. Eu concordaria com tua mãe pra tirar foto da cadeira com roda quebrada, hoje em dia flor tudo temos que ter prova até nota fiscal é prova de resto sua mãe não te deu conselho bem mesmo não kkkkk gostei do seu post
    flor tem post novo, poderia ver?
    magrafelizpensa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas incentiva a desconfiar das coisas, sabe?
      Que bom que gostou, vou dar uma olhada, pode deixar! Beijos,

      Excluir
  13. Ameei, haha O post ficou super divertido
    Não tenho uma boa relação com minha mãe :c
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Muuito boom, ri litros aqui kkkk ! Amei seu blog! Beijos,
    pipocadeneveoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Hahaha amei esse post! De verdade!
    O melhor de todos foi: Se ela pegar na tua bunda ou nos teus peitos, bate nela e corre para a coordenação.
    Minha mãe, de vez em quando, me aparece com uns conselhos bem bizarros. Quem sabe eu me inspiro em você e escrevo um post desse um dia né?
    Beijão♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha Escreve sim, vou adorar ler! Que bom que gostou! Beijoos

      Excluir
  16. hahahaha sua mae deve ser muito engraçada <3 amei os conselhos

    até logo,
    Rhaquel Rocha
    http://rhaquel-rocha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes ela é normalzinha até rsrs Beijos

      Excluir
  17. Minha mãe já deu uns conselhos assim pra mim UHEUEHUHEUHE Mas uns eu prefiro escutar e esquecer UYEHUEHUEHUEH

    Equalizando - [visite, baby]

    ResponderExcluir
  18. sua mãe é sabia haha Eu ri muito com as situações, parabéns

    http://simplesmenteassimj.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Que postagem divertida!
    Bem, eu estou morando com meu pai agora e vou para uma escola que não conheço ninguém, e a primeira coisa que ele falou foi sobre briga, ele disse que eu não. Disse que a primeira coisa que tinha que fazer era falar com ele ou com a direção da escola, e concordo. Nunca brigaria na escola, nunca me rebaixarei aos níveis dessas garotas.
    Eu confesso que tenho uma quedinha por garotas, mas nem por isso fico pegando nas gurias, a não ser que elas gostem, o que a maioria gosta. Mas se essa garota ficasse pegando em você era melhor você chamar no canto e conversar, poxa, ela tem 12, ela já beijou alguma garota? Odeio esse tipo de gente.
    Eu troco o absorvente só na hora do recreio, por pura vergonha mesmo. Lembro de quando minha mestruação caiu na escola, mds, eu quase morri quando fui falar com a diretora.
    Adorei a postagem mesmo u3u
    http://s-sessaoproibida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca segui esse conselho que a minha mãe me deu, nunca precisei seguir, só uma vez, mas eu achei melhor ir na diretoria e falar todos os podres da guria (que eram centenas).
      Ela dizia que sim, não sei se é verdade. Mas o grande problema é que, poh, o corpo é meu, ela tinha que respeitar. Se fosse um guri eu também ficaria incomodada! Se eu deixasse, ai tudo bem, porque eu não poderia me queixar.
      Que bom que gostou! Beijos

      Excluir
  20. Tô rindo muito, sua mãe é do tipo maluquinha (acho esse tipo de mãe as melhores, minha mãe é mais ou menos assim). Minha mãe já me deu o primeiro conselho quando eu tava na minha primeira escola porque tinha um menino que batia em mim então ela disse que eu tinha que bater de volta "olho por olho dente por dente"... fui uma criancinha bem violenta *_* (mas eu acabo rindo disso). Mas quando eu li "manda ela ler noticia da ebola" me acabei de rir... sei que é horrível mas to doida para falar isso para alguém. Sua mãe é D+ se puder diz que mandei um beijo para ela. Amei seu post.

    http://www.bia-fala.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha as vezes parece que a gente é irmã! Vou mandar um beijo pra ela por ti, pode deixar rsrs Que bom que gostou! Beijooos

      Excluir
  21. Sua mãe deve ser muito engraçada hahaha tou morta com esse conselhos
    http://magneticdaisies.blogspot.com/

    ResponderExcluir